Um Grenal que entra para a História

Porto Alegre nunca mais será a mesma depois do dia 12 de março de 2020.

Nesta data, está marcado o primeiro Grenal por uma Libertadores da América. Os dois clubes gaúchos mais conhecidos do Planeta vão se enfrentar na Arena do Humaitá, na zona norte da Capital gaúcha.

Arena do Gremio palco do primeiro Grenal da Libertadores
Arena do Gremio palco do primeiro Grenal da Libertadores

O Rio Grande vai parar na noite de quinta-feira. Renato Portaluppi tem estrela, vai entrar para a História do Tricolor mais uma vez ao comandar o timedo Grêmio que estará em campo. Do outro lado, D’Alessandro do Internacional pode deixar seu nome no panteão dos ídolos colorados ao liderar a equipe nesta disputa histórica. Mas sua presença em campo ainda é incerta. O treinador Eduardo Coudet sabe que Tiago Galhardo dá mais velocidade jogando no lugar do argentino. Mas Dale tem tradição, tem liderança.

Os dois clubes venceram na primeira rodada da fase de grupos da Libertadores. Por isso, um empate será um ótimo resultado. Mas quem vencer pode abrir boa vantagem e começar uma crise no rival.

taça libertadores 2020, objeto de desejo da dupla GreNal
taça libertadores 2020, objeto de desejo da dupla GreNal

O Inter está embalado pela boa atuação contra os chilenos da Universidad Católica e o Grenal vai servir para confirmar a tática de intensidade de Coudet. Já o Grêmio ainda terá desfalques importantes como Kanemann e Jean Pierre, que era o titular até o ano passado.

Renato conta com a experiência e o entrosamento do grupo, mais uma vez. E todos apostam que será com 3 volantes de novo. Mesmo esquema que deu a vitória do último Grenal, 1 x 0, gol de Diego Souza. Mas tudo será esquecido quando o juiz apitar o início da partida que entra para a História do futebol gaúcho e brasileiro. Meu palpite? Um empate amigo de 1 a 1.