Família Gaúcha fala sobre o Covid na Itália e no Brasil

O mundo dos esportes parou, o pânico tem afetado muitas pessoas no Brasil e no mundo devido ao Corona vírus.

Nada melhor, do que usarmos este tempo para refletir um pouco e pensar mais no nosso próximo.

Veneza deserta apenas com moradores locais
Veneza deserta apenas com moradores locais – Foto: Luca Cesaro

 

Marcos Refinski, morador de Treviso, um dos lugares onde começou o foco do vírus COVID-19, nos enviou recado de apoio, após ter escrito nas redes sociais ontem.

“ Pessoal, todo mundo tá me perguntando como está aqui, vou repetir pra todo mundo, nada de pânico, hospital só em último caso, isso é como uma gripe comum, hospital somente em caso de problemas respiratórios, se o sintoma tipo gripe, febre, começar a afetar a respiração daí sim, hospital, senão, cama, repouso e muita vitamina pra imunidade.
Pânico baixa a imunidade.
Evitar multidão e lugares fechados com muita gente.
Mas nada de pânico pois isso só gera mais pânico.
A quarentena serve não somente pra nos proteger mas pra proteger os mais vulneráveis, idosos, pessoas com baixa imunidade e com doenças crônicas.
Muitos de nós podemos ser portadores mas não apresentar sintomas, então agora é a hora de pensar no próximo, abraço a todos.” – Marcos Refinski

” Estamos aproveitando este tempo para nos unir cada vez mais como família “-diz